A realidade dos primeiros passos de um negócio



Cada estágio de maturidade de um negócio demanda atenção a aspectos específicos.

Administrar, independente do contexto, significa sistematizar métodos e técnicas a fim de atingir objetivos estabelecidos. Nem sempre, no entanto, a forma como se faz isso é a mesma. Cada estágio de maturidade de um negócio demanda atenção a aspectos específicos. E é muito importante saber o que priorizar em cada momento. Caso contrário, são grandes as chances de fracasso.

Os dois pontos de partida mais comuns para negócios são:

  • 1 - necessidade;

  • 2 - uma ideia que, a princípio parece ter grande potencial. Nessa etapa, o primeiro grande desafio, independente de a origem do empreendimento estar no ponto 1 ou no 2, é validar o que se pretende criar.

No caso de quem empreende por necessidade, embora o objetivo principal seja produzir algo que gere retorno imediato, é preciso avaliar, pesquisar e testar antes de colocar seu tempo e dinheiro (que, na maioria das vezes, não é pouco) em uma aventura.

O mesmo vale para quem teve "uma grande ideia". Um insight às vezes parece sensacional, mas, no fundo, não é. É fundamental, saber se o negócio tem potencial para oferecer um retorno satisfatório ou, pelo menos, perspectivas de crescimento.

Em ambos os pontos tudo deve começar com uma pergunta: qual é o problema das pessoas? Em seguida: de que solução elas precisam? Eu posso oferecê-la? Como?

Cuidado com os fatores limitantes

Quando se resolve iniciar um negócio, vários fatores limitantes vão se impor no caminho: burocracia, falta de capital, pouco conhecimento, pouca resiliência, autossabotagem etc. É fundamental ter consciência de todas as deficiências que você pode ter, bem como os "ataques" que vai ter que enfrentar, para estar preparado para a guerra. Muitas vezes, o maior inimigo é o próprio empreendedor, que desiste no meio do caminho, diante da primeira dificuldade.


Finanças

O aspecto financeiro costuma ser o principal calo de novos negócios e responde, geralmente, pelo naufrágio precoce de muitos empreendimentos. O maior erro, nessa área, é misturar contas pessoais com as da empresa, não ter um controle claro do fluxo de caixa, não ter reservas e planejar mal as despesas.

Fique de olho, evite as ciladas, aprenda com rápido com seus erros e não desista!​

Ainda com dúvidas? Entre em contato a gente através do clicando aqui. Nós podemos te ajudar!

Até o próximo post.

Abraços contábeis!

#finanças #gestão #gestãofinanaceira #contabilidade

5 visualizações
  • YouTube - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

Se inscreva para receber todos os nossos posts :)